Segundo o tabelião oficial do Cartório, Pedro Ivo Santos, o documento se refere ao registro de um dos 70 lotes do Distrito que estão no nome do Município. Com a assinatura da escritura, se inicia o trabalho de regularização dos lotes, para que cada um dos proprietários possa receber o registro do seu imóvel. “Grande parte do território do Distrito não está regularizada, porque na sua implantação o Município precisou assumir a titularidade para que pudesse ser feito o desmembramento da área. Esse processo de escrituração e registro dos terrenos virá resolver uma situação que se arrasta há anos. Com isso, os moradores terão a matricula em mãos, passando a serem de fato e de direito, donos de seus lotes”, explica o cartorário.

 

“O Distrito de Primavera avança significativamente em um dos maiores desafios, que é a regularização do seu território. A população local pode comemorar, porque unindo forças entre os poderes Executivo e Legislativo e com a presença do cartório, a gestão estará focada em resolver esta questão”, disse Ari.

 

O Cartório de Registro Civil e de Notas foi instalado no Distrito de Primavera no dia 23 de abril. O tabelião titular, Pedro Ivo Santos, também foi nomeado para atender de forma interina e provisoriamente o Cartório do 2º Ofício de Sorriso.