Sábado, 04 de Dezembro de 2021
22°

Pancada de chuva

Sorriso - MT

Polícia EXAME DE INSANIDADE

Sorriso: Justiça nega exame de insanidade a Ramira "picadinho", mulher que esquartejou filho

Ramira confessou ter matado o bebê, esquartejado e jogado partes do corpo pelo cano da pia da cozinha e ainda ter enterrado no quintal da casa outra parte

24/11/2021 às 14h32
Por: Redação Fonte: REPORTER MT
Compartilhe:
Sorriso: Justiça nega exame de insanidade a Ramira

A defesa de Ramira Gomes da Silva, de 22 anos, presa por matar e esfartejar o próprio filho, Brayan da Silva Otani, de 5 meses, entrou com um pedido de instrução de insanidade mental. Entretanto, a juíza da 1° Vara Criminal de Sorriso, Emanuelle Chiaradia Navarro Mano negou.

A decisão da magistrada foi publicada em setembro.

De acordo com o documento, a defesa alegou que “foi possível notar certa perturbação no depoimento da denunciada".

"Assim, haveria 'necessidade da instauração de incidente de insanidade para que apure o real estado de inimputabilidade da denunciada' (sic), para se definir se seria portadora de incapacidade, que lhe tiraria a capacidade de entender o caráter ilícito do cometido", diz trecho de pedido.

No entanto, a magistrada destacou que foram ouvidas testemunhas durante a instrução processual e que descartam a existência de elementos que apontem padecer a acusada de qualquer enfermidade mental.

"Ressalto, por pertinente, que NENHUMA das testemunhas ouvidas, que conviveram com a acusada, declararam ter ela transparecido qualquer problema mental. Já os policiais, que inclusive foram até Vilhena para buscá-la, afirmaram que ela tinha consciência dos atos cometidos. O que pode acontecer é ter-se tal dúvida pela leitura da denúncia, posto que os fatos descritos são deveras fortes e impensáveis, mas não se apurou razoável dúvida da sanidade mental da acusada durante sua oitiva em Juízo.", diz trecho do documento.

"Assim, em que pese o pedido defensivo, INDEFIRO o pedido de instauração de Incidente de Insanidade Mental, pelo que dou prosseguimento ao feito, determinando que se abra vistas dos autos ás partes, primeiro MP, para fins de memoriais", decidiu magistrada.

O crime

Ramira confessou ter matado o bebê, esquartejado e jogado partes do corpo pelo cano da pia da cozinha e ainda ter enterrado no quintal da casa outra parte do corpo que foi desenterrada depois por um cachorro e com isso foi descoberto o crime. 

Ela revelou que matou o filho para viver com uma mulher em outro estado e acreditava que o menino seria empecilho.

 

Atualmente, a denunciada está presa preventivamente na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá.

Crueldade

O bebê foi morto na sexta-feira, 14 de maio, por volta das duas horas da madrugada. Em depoimento ao delegado José Getúlio, nesta segunda-feira (24.05), a mulher confessou que matou o filho sufocando-o enquanto ele dormia em um carrinho de bebê. Ela contou que fez uma primeira tentativa pressionando um travesseiro contra a cabeça do pequeno para asfixia-lo, mas depois de um minuto notou que ele estava vivo, respirava e chorava.

Ainda de acordo com o depoimento, a investigada relatou que fez novamente o mesmo movimento para asfixiar o bebê, pressionando o travesseiro com mais força sobre a cabeça por aproximadamente três minutos e que não ouviu nenhum barulho, pois alegou que estava agitada com a situação.

Após esse tempo, ela o pegou no colo e constatou que ele não estava respirando e não tinha nenhum outro movimento. Depois de ir ao banheiro, ela pegou o corpo do bebê e o colocou na pia da cozinha, onde cortou braços e pernas, a fim de facilitar a ocultação do cadáver. Em seguida, colocou os membros do filho dentro de duas latas de bebida láctea, embalou-as em sacos de lixo e depositou na lixeira. O restante do corpo do bebê, ela levou até o buraco e depois cobriu com o restante da terra que estava solta, cavou mais um pouco de terra e terminou de encher o lugar.

Ela conta que lavou a pia com um produto para limpar panelas e que jogou fora a roupa que usava no momento em que cometeu o crime, não se recordando se o vestido ficou sujo de sangue. Todo o ato criminoso, ela informou que terminou ao amanhecer do dia.

Ainda conforme o depoimento prestado ao delegado responsável pelo inquérito, a investigada disse que por volta das 10h da sexta-feira, ele foi a um supermercado onde comprou produtos como bicarbonato de sódio, álcool e água sanitária, que usou para terminar de limpar a cozinha. Depois disso, ela descansou na varanda da casa e à tarde foi ao dentista, seguindo depois para a rodoviária, onde consultou horários de ônibus.

Fuga 

De volta à casa no bairro Benjamin Raiser, a investigada relatou que terminou de arrumar a mala, tomou banho e foi, por volta da meia noite, para a rodoviária, onde comprou uma passagem para Cuiabá. Na Capital, ela chegou no sábado de manhã e conseguiu comprar outra passagem, desta vez para Porto Velho, embarcando por volta das 10h. No domingo à tarde, chegou à capital de Rondônia.

Ela dormiu na rodoviária e na manhã da segunda-feira, 17 de maio, comprou uma passagem de barco a fim de seguir até Manaus. Ainda na segunda-feira, ela informou que recebeu mensagem de uma familiar pedindo explicações e falando que a Polícia Civil havia localizado o corpo do bebê. Em seguida, ela foi para a barca, permanecendo no local até o momento em que foi presa, na manhã da terça-feira, por policiais civis de Porto Velho.

A mulher alegou que matou a criança para seguir com um relacionamento. A investigada tem outra criança, de dois anos, que é criada pelos avós paternos. Natural do estado do Acre, ela morava em Sorriso desde fevereiro deste ano.  

O delegado José Getúlio concluiu o inquérito nesta terça-feira, com o indiciamento da investigada por homicídio qualificado (meio cruel, motivo torpe, asfixia e impossibilidade de defesa da vítima) e ocultação de cadáver. A Polícia Civil segue a investigação para apurar se há envolvimento de terceiros no crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Sorriso - MT Atualizado às 05h14 - Fonte: ClimaTempo
22°
Pancada de chuva

Mín. 22° Máx. 32°

Dom 30°C 23°C
Seg 29°C 22°C
Ter 30°C 23°C
Qua 31°C 24°C
Qui 31°C 24°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias