Terça, 25 de Janeiro de 2022
22°

Pancada de chuva

Sorriso - MT

Política ELEIÇÕES 2022

Sérgio Moro dá ultimato para Medeiros deixar o Podemos

José Medeiros vem afirmando que tem a liberação do partido para apoiar Bolsonaro. Porém, também foi convidado a deixar o partido pelo senador Álvaro Dias (Podemos-PR).

29/12/2021 às 15h45
Por: Maikon dallaqua Fonte: GAZETA DIGITAL
Compartilhe:
FOTO: ASSESSORIA
FOTO: ASSESSORIA

O ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro e presidenciável, Sérgio Moro (Podemos), também deu um ultimato ao deputado federal por Mato Grosso, José Medeiros (PODE), para que deixe a sigla para continuar apoiando o presidente Jair Bolsonaro (PL). 

 

"Ele vai ter que tomar uma decisão. É um pouco prematuro pra gente ver qual caminho que ele vai seguir. É evidente que se ele quiser continuar apoiando o presidente Bolsonaro, ele vai ter que deixar o Podemos. E o Podemos tem hoje muito a percepção de que o governo atual é muito ruim", disse Moro, durante entrevista a rádio Capital FM nesta quarta-feira (29).  

 

Segundo Moro, não teria motivos para Medeiros apoiar o presidente da República, já que sua gestão seria péssima. "[Estávamos falando de] pessoas fazendo fila pra ter acesso a ossos, e restos de alimentos. Como que um governo desse pode ser considerado um governo bom. Como que você pode falar assim, ah, o país vai mal, mas o presidente é muito bom. Mentira. O país vai mal porque a a maior liderança é ruim. Como é que você justifica fila de ossos?", questionou. 

 

Moro também questionou indiretamente o deputado de  como ele justifica 'essa postura irresponsável do governo em pandemia retardou as vacinas'.  

 

"Até hoje aí está negando que os pais possam fazer a escolha de vacinar suas crianças, seus adolescentes (...) E todo mundo lá no Ministério da Saúde diz que a vacina é boa, que é segura, que os efeitos colaterais não justificam retardar a vacinação das crianças como outros países tem feito, e o que eu digo, vamos respeitar os pais, os pais que tomem essa decisão e como é que a gente pode defender um governo desse? Com pessoas da fila de ossos, um governo que foi negligente com as vacinas, um governo que ofende as pessoas, um governo que desmantelou o combate a corrupção, tudo isso por medo do quê? Do PT? Não".  

 

O juiz também aproveitou para afirmar que possui projetos para o setor do agronegócio, e que também tem apoio do setor, e aproveitou para criticar Bolsonaro.  

 

"O governo atual deixou o dólar descontrolado. E hoje você tem também dificuldades na nossa cadeia produtiva em decorrência da Amazônia.Então tem muito produtor rural que vai ter dificuldade, já está tendo e vai ter dificuldade no próximo ano com a sua produção agrícola, especialmente com os insumos necessários às suas plantações. A gente ouve também muita reclamação e correta dos agricultores sobre logística. Como escoar sua produção de uma maneira eficiente pra poder competir inclusive nos mercados mundiais, ou mercados locais. Porque apesar do discurso em relação a agricultura, tem muitas falhas. A logística brasileira e o custo é muito elevado pro transporte por exemplo dos grãos e dos próprios alimentos. Há reclamações ainda constantes em relação ao seguro rural que ainda não está eh suficiente ou o financiamento pras produções agrícolas", afirmou. 

 

José Medeiros vem afirmando que tem a liberação do partido para apoiar Bolsonaro. Porém, também foi convidado a deixar o partido pelo senador Álvaro Dias (Podemos-PR).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Sorriso - MT Atualizado às 07h45 - Fonte: ClimaTempo
22°
Pancada de chuva

Mín. 22° Máx. 31°

Qua 29°C 22°C
Qui 28°C 21°C
Sex 27°C 21°C
Sáb 28°C 21°C
Dom 29°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias